• Mario Bastos

Vamos pensar


Conversando com um amigo sobre vários assuntos, como família, filhos e nossas vidas, notei que em alguns momentos eu nem terminava meu raciocínio ele já finalizava por mim.

Não foi nem por uma ou duas vezes, mas sim por várias vezes. Eu senti que não era por maldade, mais sim por hábito. Chegou num momento que comentei sobre isso e ele nem percebia que fazia.

Eu comentei com ele ao invés de deduzir, que perguntasse, pois, assim eu daria as respostas para ele, pois ficar deduzindo pelo outro não era legal, e em alguns momentos chegava até mesmo a incomodar.

Então fica a dica, ao invés de deduzir, achar, imaginar pergunte claramente para o outro o que quer saber pois assim sua amizade só reforça, a comunicação fica tranquila e ninguém se estressa.

“Deduzir é chato, perguntar é mais gostoso.”
MARIO BASTOS


0 visualização0 comentário