• Mario Bastos

Num dia normal


Sabem aqueles dias normais? Então, eu acordei, me arrumei, tomei meu café, fui trabalhar, e quando olhei no relógio, até me assustei, pois nem tinha visto o dia passar.

De repente, do nada, me veio aquela vontade de fazer algo diferente, inesperado, como na maioria dos dias normais tudo é calculado, marcado, eu queria fazer algo “fora da casinha”.

Parei o que estava fazendo, me sentei, fechei meus olhos, e respirei profundamente e me perguntei: “Ei o que você está realmente com vontade de fazer? ”.

Nesse momento senti uma vontade de me espreguiçar, sabe aquele espreguiçada gostosa, e foi o que fiz, senti meu corpo inteiro, e de repente, ali quietinho, depois de relaxar, meu coração respondeu todas as minhas dúvidas e questionamentos.

Com aquela sensação gostosa e a resposta do meu coração, comecei a agradecer por tudo que vivi, tudo que aprendi e principalmente por estar vivo para poder agradecer pela minha vida.

“Mesmo num dia normal, você precisa se sentir agradecido”.


Mario Bastos

0 visualização
  • White Facebook Icon
  • White Twitter Icon
  • White YouTube Icon

Avenida Rudolf Dafferner, 400 - Praça Maior - Boa Vista - Sorocaba/SP

© Mario Bastos - Desenvolvido por Infoqplan Performance Digital