• MARIO BASTOS

Quando bate aquela vontade.


Vivemos, vivendo nossas vidas, cada um a sua maneira, sorrindo, chorando, se divertindo ou até mesmo sofrendo. Agora cá estou eu escrevendo um texto, e me pergunto por que estou escrevendo um texto?

Poderia começar a pensar e refletir os “porquês”, e depois de pensar durante bom tempo, chegaria a alguma razão do “porque” estou escrevendo esse texto, mas pensando sobre o que eu acabei de escrever, eu digo: “DEU VONTADE”.

Quantas vezes temos vontade de tanta coisa, como por exemplo, comer algo, cantarolar uma canção, dançar, dar risada sem ter uma razão, atos ou atitudes que nos fariam felizes e com vontade de vivermos intensamente nossas vidas.

Diariamente somos sucumbidos por uma série de situações que nos distanciam de nossas vontades mais simples, até as mais complexas, mas vou confidenciar qual o maior culpado por tudo que acontece em nossas vidas, inclusive bloquear nossas vontades, faça um exercício, vá até um local que exista um espelho, feche os seus olhos por 10 segundos e depois abra, fazendo assim, você vai ter certeza absoluta quem é esse grande vilão que ”rouba” todas as suas vontades, “VOCE MESMO”.

Pare imediatamente com esse tipo de expediente, faça efetivamente o que você tem vontade, pois assim serás mais feliz, mais satisfeito contigo. O equilíbrio emocional e não somente o sentimental é importantíssimo para que você comece a respirar os ares do autoconhecimento.

Não importa e nem se importe com os outros, pois, por mais estranha a atitude que você pratique a seu favor, sempre será uma atitude para o seu bem estar e principalmente a que você deseja realizar e melhor ainda, realizou.

“Sentiu vontade, não titubeie, realize sempre, seja feliz e fique de bem consigo”.

Mario Bastos


0 visualização

Avenida Rudolf Dafferner, 400 - Praça Maior - Boa Vista - Sorocaba/SP

© Mario Bastos - Desenvolvido por Infoqplan Performance Digital