• MARIO BASTOS

Dando o devido valor.


Vivemos uma vida, a qual em certos momentos, somos atropelados por nós mesmos, afinal, muitos de nós não somos muito organizados e diante de tantos e tantos, compromissos e situações, sucumbimos diante de nós mesmos.

O pior que se analisarmos profundamente, muitos de nós por várias vezes, nem nos damos conta a que ponto chegamos, pois essa vida costuma nos “anestesiar” e quando damos conta, já estamos perdidos nesse sumidouro chamado vida.

Seria muito importante, que conseguíssemos olhar para dentro de nós mesmos e verificarmos como estamos, o que efetivamente precisamos, para viver nossa vida em amor e paz.

Eu chamo de “faxina interna”, a qual periodicamente eu sugiro que seja feita, necessitamos valorizar em primeiro lugar a Deus, que nos deu nossa vida, após isso, buscarmos a valorização pessoal e potencializarmos nossas conquistas e levarmos como aprendizado, nossas “derrotas”.

Com essa valorização interna e verdadeira, você, eu e qualquer um, temos condição para valorizar as pessoas que passam ou estão em nossas vidas, pois é fundamental o reconhecimento do outro, e digo mais, não importa o que nos fazem, pois se o resultado for positivo ou não, o importante é recebermos com amor e gratidão, pois tudo acaba sendo um aprendizado, que devemos ver positivamente.

“Valorizar positivamente o próximo, é sentir o coração falando mais alto.”

Mario Bastos


0 visualização

Avenida Rudolf Dafferner, 400 - Praça Maior - Boa Vista - Sorocaba/SP

© Mario Bastos - Desenvolvido por Infoqplan Performance Digital