• MARIO BASTOS

A previsibilidade do ser


A vida é uma escola, ou melhor, a verdadeira escola de aprendizado, de conhecimento, de autoconhecimento e relacionamento interpessoal, aonde nos relacionamos, amamos, vivemos e sofremos.

Gostaria de me ater num comportamento que o ser humano vai recrudescendo durante sua caminhada na vida, a previsibilidade.

Podemos voltar no tempo e lembrar quando éramos pequeninos, que com um lápis em nossas mãos, nós criávamos várias e várias coisas com eles, menos um lápis, isto posto, quero frisar que o improviso era nossa maneira de brincar e assim por dizer viver.

“Quando estávamos em grupos com nossos amiguinhos e queríamos brincar, “inventávamos” algo para fazer e consequentemente brincar. Enfim, tudo era improviso, mas com o tempo, fomos crescendo, amadurecendo e efetivamente nos “engessando”, criando vergonha, falta de jeito, paradigmas e “robotizamos” nossas ações e reações.

Podemos hoje em dia, observar o quanto as pessoas são previsíveis, iguais, sem graça, pois parece que a criança nasce e já vem com um “manual de instruções” e assim os pais vão lendo e cumprindo esse manual.

Essa previsibilidade é muito interessante, pois quando o previsível toma conta de você, sua vida vira rotina, sem graça e desmotivadora.

Faça como a natureza, aonde você domina ou você é dominada, diante disso, reflita sobre como você e sua vida estão, para não se estagnar e “morrer por dentro”, para não se tornar um zumbi vagando por esse mundo.

“Ser imprevisível e viver intensamente a vida.”

Mario Bastos


0 visualização

Avenida Rudolf Dafferner, 400 - Praça Maior - Boa Vista - Sorocaba/SP

© Mario Bastos - Desenvolvido por Infoqplan Performance Digital