• MARIO BASTOS

Respirar, para enxergar


Sabemos que o corpo humano é formado de vários sistemas, os quais em conjunto, se transformam na criação perfeita de Deus. Precisamos cuidar, zelar, observar, atender os sinais que o corpo dá para que nós possamos ordenar tais condutas, respeitá-los, ao ponto de colhermos os devidos “frutos” dessa jornada chamada existência, entre nossa alma e corpo físico.

Essa “parceria”, entre nosso corpo e nosso espírito é de fundamental importância, para que não deixemos “morrer” nem um, nem outro, antes do tempo que Deus nos permita aqui na Terra.

Acredito que devemos tocar num fator importante para esse equilíbrio de uma maneira geral, mas antes disso queria que refletisse sobre o vento, sim esse vento que você sente no seu rosto, mas não vê, esse vento que se você ficar por uma hora, trocando socos com ele, vai acabar se cansando. Enfim, coisas que você não enxerga, mas sente.

Nesse momento iremos começar a relatar sobre o que lhe equilibra, e isso é uma “coisa” que nem você ou eu podemos enxergar, mas que faz muita diferença em nossas vidas: o ar que respiramos. Ele é que movimenta todo nosso corpo. Para entendermos melhor, o nosso corpo é composto de 70% de água, mas não podemos esquecer, que existe oxigênio dentro das moléculas de água.

Então, a respiração é o ato divino de viver, quando respiramos arejamos o espírito, o corpo e principalmente nossa conexão com Deus, pois Ele nos deu gratuitamente esta oportunidade de respirarmos, nos equilibrarmos e assim vivermos de uma maneira plena, conectados com Ele e assim termos uma vida cada vez melhor.

“Respirar é divino, se conectar com Deus é maravilhoso."


4 visualizações
  • White Facebook Icon
  • White Twitter Icon
  • White YouTube Icon

Avenida Rudolf Dafferner, 400 - Praça Maior - Boa Vista - Sorocaba/SP

© Mario Bastos - Desenvolvido por Infoqplan Performance Digital