• MARIO BASTOS

Olhando para si mesmo


Quando acordamos, abrimos nossos olhos e começamos a enxergar tudo ao nosso redor, imagens, objetos, cores e luzes. Diante de todo esse “universo” a nossa volta, nos identificamos, obtendo sensações e ações que nos levam a viver mais um dia de nossas vidas.

Esse olhar é costumeiro e diário, estamos tão acostumados com essa atitude que por um lado não damos o devido valor por tornar-se rotineiro, como tantas outras coisas que temos ou vivenciamos.

Precisamos perceber que cada momento, é um momento único que ele não se repete, por ser especial e sem igual, então, torna-se importante a valorização de nossa vida, através do conhecer-se de uma maneira completa e verdadeira.

Até este momento estamos falando de nós mesmos, com relação ao “mundo exterior”, nossos apegos, nossas relações afetivas, interpessoais, nossos sentimentos, pois a todo o momento sentimos e vivemos sensações únicas e verdadeiras, aonde somos testados para conhecer nossos limites e forças.

Então, vamos começar a olhar para “dentro”, sim, uma viagem ao seu mundo interior, ao amago do ser, de uma maneira que retiremos lições e aprendizados para o resto de nossas vidas e mais ainda, para que com isso possamos experimentar e nos conhecer, pois temos contato muito mais com o mundo exterior do que o interior.

Imagine você, se houvesse a oportunidade de conversar com você mesmo, saber do que você gosta ou não gosta, quais são seus sonhos e desejos, seu potencial, suas deficiências, enfim, se você pudesse fazer uma “radiografia” e mapeamento de você, visto e conhecido por você mesmo. Não seria bom?

Num primeiro momento parece meio louco, “fora da casinha”, mas faz-se necessário esse tipo de exercício, uma vez que o autoconhecimento tentar se aprofundar cada vez mais dentro do seu ser para ter uma visão mais ampla possível para que se viva e sinta a vida como realmente ela deve ser, para você vive-la da melhor maneira possível.

Se conhecendo, facilita você, eu e todo mundo a conviver com o seu próximo, e principalmente com você mesmo, pois respeitar-se é a principal atitude que deveremos ter para conosco.

“Olhar para si é enxergar o divino dentro de você”.


19 visualizações
  • White Facebook Icon
  • White Twitter Icon
  • White YouTube Icon

Avenida Rudolf Dafferner, 400 - Praça Maior - Boa Vista - Sorocaba/SP

© Mario Bastos - Desenvolvido por Infoqplan Performance Digital