• MARIO BASTOS

Semente ou planta


Em meio as minhas literaturas, encontrei um texto muito interessante chamado “A loja de Deus”, aonde resumidamente relatava que existia uma loja aonde os anjos, atendiam as pessoas e ofereciam, por exemplo: amor, salvação, prosperidade, etc.

Num primeiro momento as pessoas ficavam surpresas, e até chegavam a perguntar quanto custava e eles respondiam que era de graça. Diante dessa resposta eles aceitavam e pediam o que queriam, consequentemente os anjos pegavam e entregavam o solicitado em pequeninos pacotes de presentes, com isso as pessoas perguntavam o porquê eram pequenos os pacotes e se eles mereciam tão pouco.

Os anjos respondiam que não era pouco e que eles não mereciam pouco, mas sim que eram “sementes”, de amor, de prosperidade, de paz, entre outras e que as pessoas deviam cultiva-las.

Peguei-me várias vezes pensando nessa história e comecei a me aprofundar dentro do meu EU, dos meus pensamentos e sentimentos e enfim montei uma linha de pensamento, a qual é de suma importância após escolhermos o que queremos para nossas vidas. Devemos pegar tais “sementes” e começarmos a plantá-las, principalmente em “terreno fértil”, esse terreno é nosso coração, nossa alma, pois precisamos prepara-las ao ponto de podermos expandir e fazermos crescer o que pedimos para Deus, pois de nada adianta queremos que Deus nos dê se não temos a capacidade para “trabalhar” isso dentro de nós.

Não existe uma “receita de bolo”, quer dizer uma fórmula de como fazer isto, ou aquilo, como ser feliz, entre outras coisas, pois o ser humano com esse mundo que vivemos tem verdadeira “preguiça vivencial”, tem comodismo e preguiça mesmo de viver e vivenciar experiências de vida.

Espero que alguém faça por si só as coisas acontecerem, fazendo da vida um aprendizado, a base de experiências já vividas.

Plantar e ver crescer, o que plantaste é o poder de Deus aos nossos olhos.”


4 visualizações
  • White Facebook Icon
  • White Twitter Icon
  • White YouTube Icon

Avenida Rudolf Dafferner, 400 - Praça Maior - Boa Vista - Sorocaba/SP

© Mario Bastos - Desenvolvido por Infoqplan Performance Digital