• MARIO BASTOS

O mundo dá voltas


O mundo de hoje, não permite com que as pessoas se conheçam mais a fundo, mantenham maiores laços nos seus relacionamentos pessoais, será que isso é uma verdade absoluta? Se verificarmos o nosso dia a dia, realmente concluímos que fica difícil de conhecermos até o nosso vizinho, pois a correria é muito grande, chegamos ao ponto de renegar até nossa própria família. Mas por que nos tornarmos desse jeito? Até que ponto vale a pena correr contra o tempo? É claro que você com certeza terá uma série de respostas automáticas e imediatas, tipo: “Preciso pagar minhas contas” ou “Ainda bem que corro, pois tenho algo a fazer”. Vamos pensar que você trabalhou durante anos e anos e aí quando menos esperava por um infortúnio do destino você perdeu tudo que conseguiu durante a sua vida toda, enfim você vai dormir rico e acorda pobre. E agora meu amigo o que fazer? Por onde recomeçar? Cadê os meus “amigos”, para me ajudar a reestruturar minha vida? Tudo mudou. Nesses casos, nós normalmente perguntamos: “Porque que isso foi acontecer justamente comigo?”, “Que mal eu fiz a Deus?”. Esses momentos acontecem na vida da gente não negativamente, mas positivamente, porque nessas situações nós forçosamente reservamos mais tempo a pensar em tudo, procurar arrumar soluções para os nossos problemas. Mas vamos analisar que nós precisamos mudar o rumo de nossa vida, precisamos conhecer o vizinho do nosso apartamento, da nossa rua, precisamos aprender a sorrir mais, cumprimentar mais as pessoas, encarar a vida de uma maneira mais leve. Porque se nós “perdemos tudo”, vai ver que aquilo não era o mais importante naquele momento, e sim o que é mais importante é a sua capacidade de acumular experiências de vida, as quais são os grandes tesouros, principalmente porque nos eterniza perante os nossos verdadeiros amigos. Por este e outros motivos, não torne sua vida estática, com aquela história que seu avô fazia assim, meu pai idem, então eu devo fazer igualzinho a eles. O mundo dá muitas voltas, não perca nenhuma, pois de repente em alguma delas estará o verdadeiro tesouro de sua vida. “Nunca renegues um discípulo, pois amanhã ele poderá ser seu mestre”. Mario Bastos


1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo