© Mario Bastos - Desenvolvido por Infoqplan Assessoria Digital

Avenida Rudolf Dafferner, 400 - Praça Maior - Boa Vista - Sorocaba/SP

A ARTE DA ORIGINALIDADE

25/11/2018

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A arte da originalidade


       Ser original é fazer o que se tem vontade, vestir-se como gosta, andar pelo mundo sorrindo, com o ar da liberdade batendo no rosto.
       Sonho? Impossível? Inatingível? Pergunto-lhes, por que tanta dificuldade em ser original? De ser você mesmo?
       Realmente se nós começássemos a observar a nossa volta, chegaríamos a essa triste conclusão, nós não somos nós mesmos.
       Situações, colegas de trabalho, amigos, vizinhos, personagens de um sistema chamado sociedade, esse mecanismo que procura e na maioria das vezes consegue manipular os hábitos, os costumes, os comportamentos, etc. Com certeza temos que concordar que nesse sistema societário, existem coisas positivas, mas no que concerne a manipulação, isso realmente é ruim.
       Até hoje eu procuro em livrarias, bibliotecas e sebos o livro “Os dez mandamentos da sociedade”, pois nele deve estar escrito o que você deve e não deve fazer, como se comportar, etc.
       Realmente esse livro não existe, mas até hoje as pessoas realizam coisas, se comportam de certas maneiras, que quando você pergunta o porquê, elas reagem dessa maneira, elas respondem que não sabem, mas dizem que sua mãe fazia ou dizia então ela automaticamente faz sem saber o porquê.
       Então respeitando e tendo consciência desse cenário, comece a “quebrar” estas amarras, se questione o porquê você tem que fazer tal coisa, porque se comportar assim ou “assado”, seja você.
       A verdadeira originalidade está na sua essência, no seu coração, no seu olhar, não deixe que nada e nem ninguém diga como você deve agir ou fazer, siga a sua intuição, seu coração, pois assim serás mais feliz e realizado.
       Comece com pequenas coisas e sentirás o bem enorme que fará para sua vida, a qual a cada atitude desse tipo transformará você em um ser pleno, feliz e cheio de vida, conhecendo seus limites, suas potencialidades e principalmente aceitando o seu próximo, da maneira com que ele se apresenta neste mundo.

 

“Ser original não é ser diferente, e sim ser você mesmo”.

 

 

Mario Bastos

 

Compartilhar no Facebook
Compartilhar no Twitter
Compartilhar no Linkedin
Please reload

Destaques
Posts Em Destaque

TELA AZUL

15/11/2019

1/6
Please reload

Artigos Recentes

15/11/2019

19/10/2019

Please reload

Siga
  • Facebook Basic Square
  • Google+ Basic Square
  • Twitter Basic Square