© Mario Bastos - Desenvolvido por Infoqplan Assessoria Digital

Avenida Rudolf Dafferner, 400 - Praça Maior - Boa Vista - Sorocaba/SP

Sem esperar?

19/03/2015

Quando falamos em planejar algo, uma viagem ou a compra de uma casa, na maioria das vezes, nos propomos a realizar esse sonho e para que isso aconteça, as pessoas se organizam. Planilhas, contas, enfim, uma série de ações para atingirem seus objetivos, com a menor margem de erro possível.
Passam anos e anos se preparando para isso, chegam às vezes até as margens do sacrifício, para obter êxito nos seus objetivos, se privando de várias coisas até mesmo da própria vida.
Nesses casos eu começo a observar até que ponto o ser humano é capaz de fazer, para obter certos bens materiais, sem medir os verdadeiros “custos”, que ele terá para tal e assim começo a imaginar se existe uma maneira diferente, do caminho do sacrifício e desespero.
Pensei, pensei e senti que existe uma ou até várias maneiras, para as pessoas atingirem esses objetivos, metas ou sonhos, de uma maneira mais leve, branda e melhor ainda, recheada de muito aprendizado, pois o que realmente levamos dessa vida? Efetivamente o que queremos levar, isso vai da escolha de cada um.
Você viver sua vida de uma maneira leve, verdadeira e consciente do que realmente quer, claro bens materiais são e sempre serão necessários, mas eles é que realmente importam ? Status, evidência, ser reconhecido pelo que você tem e não pelo que você é, será isso que as pessoas almejam para si?
As opiniões são divididas, nem vou me preocupar com a proporção, mas quero me ater não ao “ter”, mas ao “ser”, pois na minha visão é o importante para qualquer pessoa.
Quem você realmente é? Se eu perguntar para seus amigos e familiares quem você é, quais serão as respostas que irei ouvir? Se você faz parte da turma do “ter”, sinta o tanto de sacrifício e desperdício de energia que você dispende para chegar nesses sonhos e metas.
Em compensação, o pessoal do “ser”, querem ser apenas felizes, procuram ser solidários e acima de tudo amar e ser amado, pois o amor é a base, o alicerce, para o pessoal do “ser”.
Fazer sem esperar nada em troca é uma das linhas para se tornar feliz, pleno e com uma luz própria, pois como diz a música “O acaso vai me proteger, enquanto eu andar distraído”, isso é um lema, uma lei, para você viver feliz, inteiro, e preparado para receber tudo que a vida lhe der para sua felicidade e plenitude.

“Realizar sem esperar, é amar o próximo sem pedir nada em troca.”
MARIO BASTOS

Compartilhar no Facebook
Compartilhar no Twitter
Compartilhar no Linkedin
Please reload

Destaques
Posts Em Destaque

TELA AZUL

15/11/2019

1/6
Please reload

Artigos Recentes

15/11/2019

19/10/2019

Please reload

Siga
  • Facebook Basic Square
  • Google+ Basic Square
  • Twitter Basic Square