© Mario Bastos - Desenvolvido por Infoqplan Assessoria Digital

Avenida Rudolf Dafferner, 400 - Praça Maior - Boa Vista - Sorocaba/SP

Esperar para quê?

18/03/2015

Andando pelas ruas, conversando com amigos, acredito que vocês já tenham ouvido esta frase: “Quando eu chegar aos 60 anos, vou parar de trabalhar, e aí vou começar a desfrutar a minha vida”.
Em cima dessa frase vamos analisar apenas o aspecto de desfrutar a vida após os 50, 60 ou qualquer outra idade mais avançada. Em primeiro lugar lhes pergunto: Será que você terá disposição física, mental ou emocional, por exemplo, a praticar um esporte radical com seus amigos? Será que haverá tempo hábil de vida, para desfrutar todos os seus sonhos?
Realmente quando pensamos assim nos dias de hoje, fica difícil a decisão, pois todos nós temos que trabalhar e muito, cuidar da família, pagar nossas contas, cheque especial, cartões de crédito, etc.
Essas situações fazem com que você se distancie dos seus sonhos, desejos, lazer, e no final acaba sempre retardando coisas que efetivamente lhe fariam muito bem.
E lhes pergunto ainda, é certa essa postura? Claro que realmente quem vai decidir é você, agora pense muito bem, será que não seria mais gostoso você desfrutar cada momento de sua vida? O lazer, o seu trabalho, seus compromissos com você e com sua família, e saber qual seria a fórmula? Seria que você utilizasse em qualquer atitude que tome em sua vida, o Amor, sim , ele mesmo, que por vezes esquecemos, deixamos de lado, por acharmos que trabalho com amor não combina, que compromisso financeiro não tem nada haver com prazer, mas sim com dor de cabeça todo mês na certa.
Procure de hoje em diante encarar a vida de uma maneira mais leve, pois vou lhe dizer uma coisa, a vida não é fácil, mas ela é extremamente simples, porque nós é que complicamos o que poderíamos resolver facilmente, mas como diz o ditado nada se conquista sem sacrifício.
Outra dica é agradeça tudo o que acontecer em sua vida, mesmo que ache que essa coisa é ruim, pois se a situação não lhe foi favorável, imagine que ela poderia ter sido pior, isso sem contar que você adquiriu mais experiência para sua vida.
Não se esqueça que a vida está aí para ser vivida, você é que escolhe como quer vivê-la.

“Lembre-se que o mesmo veneno que mata, ele também cura”.
Mario Bastos

Compartilhar no Facebook
Compartilhar no Twitter
Compartilhar no Linkedin
Please reload

Destaques
Posts Em Destaque

TELA AZUL

15/11/2019

1/6
Please reload

Artigos Recentes

15/11/2019

19/10/2019

Please reload

Siga
  • Facebook Basic Square
  • Google+ Basic Square
  • Twitter Basic Square