© Mario Bastos - Desenvolvido por Infoqplan Assessoria Digital

Avenida Rudolf Dafferner, 400 - Praça Maior - Boa Vista - Sorocaba/SP

Cada um tem seu jeito

19/03/2015

Se olharmos para nossas mãos, verificamos que os nossos dedos, cada um deles tem um jeito de ser, tem cada um sua própria característica.
Partindo desse princípio, de que, se nem os nossos próprios dedos são iguais, como então podemos querer que as pessoas sejam iguais.
O ser humano na sua essência necessita se relacionar com outro a todo o momento, mesmo que seja simplesmente para conversar, passear, e até mesmo levar uma vida conjugal para o resto da vida. Mas, existe um anseio dentro de cada um de nós, uma vontade de que o seu semelhante seja do jeito que você sempre imaginou, no jeito de pensar, no comportamento, nas atitudes, etc. Assim ficaria melhor para se relacionar e até mesmo para se conviver, porque acreditamos que conviver com o “igual” é mais simples.
Pare para pensar o quanto seria “chato”, você levar uma vida inteira convivendo com uma pessoa que se comportasse, pensasse igualzinho a você?
Não haveria nenhum tipo de discussão, você não acrescentaria nada com relação a sua “bagagem” de vida.
Imagine aquele relacionamento sem emoção, tudo aquilo que você resolve com relação a uma situação, você sempre tem a concordância do seu parceiro, desde um simples desejo de comer algo, até a resolver uma mudança no rumo de sua vida, isto seria extremamente péssimo.
Comece primeiramente olhando-se no espelho, note que enquanto você observa seu corpo, você já está diante do seu oposto, a posição é diferente. Então, porque ansiar que seu amigo, filho ou até mesmo seu companheiro seja igual a você?
Aceite seu semelhante como ele é, cresça no seu “eu” com a bagagem que o outro trás para junto de você, conviver com a outra pessoa, quer dizer aumentar seu conhecimento, poder ter a chance de aprender coisas e até mesmo comportamentos, que poderão fazer de você uma pessoa mais completa.
Sinta que você é uma pessoa única, ninguém é igual a você, mesmo que tente ser. Poderá ser parecida, mas efetivamente igual, nunca. Por estes motivos sinta-se especial e aproveite para respeitar num todo, o seu próximo.



"O real gosto da vida é saber que você é pleno, mas para crescer na
sua essência necessita do seu semelhante"

MARIO BASTOS

Compartilhar no Facebook
Compartilhar no Twitter
Compartilhar no Linkedin
Please reload

Destaques
Posts Em Destaque

TELA AZUL

15/11/2019

1/6
Please reload

Artigos Recentes

15/11/2019

19/10/2019

Please reload

Siga
  • Facebook Basic Square
  • Google+ Basic Square
  • Twitter Basic Square