© Mario Bastos - Desenvolvido por Infoqplan Assessoria Digital

Avenida Rudolf Dafferner, 400 - Praça Maior - Boa Vista - Sorocaba/SP

Vida difícil (00.00.0000)

18/03/2015

Acordar de madrugada, deixar comida pronta, ir trabalhar, em média 10 a 12 horas, pegar várias conduções (ônibus, trens, lotações, etc) nem ainda o sol raiou, caminhar quarteirões, descer escadas, trabalhar, transpirar, stress diário, gente, multidões para lá e para cá, luta diária, insegurança, violência urbana, volta para casa de noite, depois de uma odisséia vivida, dia após dia. Essa é uma rotina vivida por milhões de brasileiros, afora aqueles que não possuem uma atividade laborativa, como um emprego digno, enfim essa é uma realidade que vivenciamos todos os dias no país.
Por trás de toda essa “rotina diária”, onde os dias, as semanas, os anos passam, nós trabalhamos e não sentimos a vida passar, agora me pergunto: “Por que estou fazendo isso com a minha vida?”, muitos responderiam: “É porque se faz necessário trabalhar, para sustentarmos nossos filhos”, realmente estou de acordo, mas vamos parar para pensar: acredito eu, que todos nós temos sonhos, ao menos um sonho cada um de nós tem, mas qual será esse sonho?
Poderia eu aqui ficar escrevendo páginas e páginas de sonhos, que seriam comuns a mim e a maioria dos brasileiros, mas a questão é essa : o que você fez até hoje para alcançar seu sonho? Silêncio, pois muitos de nós somente sonhamos, mas não realizamos nada. Para que esse sonho se transforme em realidade, quais serão as desculpas que vamos ouvir? ---- “Falta de tempo”------ “Não pensei nisso”, realmente para nos desculparmos, encontraríamos uma dezena de desculpas, mas nesse instante peço que pare para refletir. Por que quando o nosso amigo consegue alcançar o seu sonho, nós “torcemos o nariz” e falamos que ele deu sorte, que deve ter feito algo escuso para conseguir o que queria? Enfim sempre desdenhamos o amigo, e quase nunca o valorizamos e não o apoiamos pelo seu feito. Mas, se você reparar um pouco num tempo antes dele conseguir atingir o seu objetivo, verifiquemos o que ele fez, o tempo que dedicou, as noites sem dormir, como planejou para que pudesse atingir seu objetivo, realmente é aquele velho ditado: “As pingas que eu tomo, todo mundo repara, mas os tombos que eu levo, ninguém faz questão de ver”, e realmente é assim que acontece no dia a dia. Então, vamos tentar parar com esse tipo de conduta e vamos organizar melhor nossas vidas para que possamos ser efetivamente felizes, pois as nossas vidas são feitas de “pequenos” sucessos, para fazer de nossas vidas, a grande corrente do sucesso de nossas vidas.
“Seja você próprio a mudança que quer ver realizada no mundo”
Mahatma Gandhi

Compartilhar no Facebook
Compartilhar no Twitter
Compartilhar no Linkedin
Please reload

Destaques
Posts Em Destaque

TELA AZUL

15/11/2019

1/6
Please reload

Artigos Recentes

15/11/2019

19/10/2019

Please reload

Siga
  • Facebook Basic Square
  • Google+ Basic Square
  • Twitter Basic Square