© Mario Bastos - Desenvolvido por Infoqplan Assessoria Digital

Avenida Rudolf Dafferner, 400 - Praça Maior - Boa Vista - Sorocaba/SP

Sentir sem saber porque

18/03/2015

Você que está dia a dia vivendo neste universo, não consegue sentir muita coisa que acontece a sua volta, e pior que isso, você está completamente insensível a certas situações.
Lembras quando eras criança? Você era o “rei” ou “rainha” do seu “mundinho”, tudo girava a sua volta, todos te paparicavam você era o centro das atenções de sua família e principalmente dos teus pais.
Cresceste, tornou-se um adolescente, curioso, esperto, ágil nas atitudes, mas com sua “antena parabólica” aberta para tudo e para todos.
Veio a responsabilidade, o casamento, os filhos, as contas a pagar, o cheque especial, os carnês de financiamento e tudo que um ser humano adulto merece. Mas você já teve a oportunidade de parar um pouco dessa loucura do nosso cotidiano, e em pleno expediente de trabalho, afrouxar o nó da gravata, tirar um pouco o sapato de salto, e relaxar? Ou sair do seu local de trabalho e dar uma voltinha no quarteirão?
Aí você vai me dizer: Você é louco? Acha que dá tempo para fazer isso? , nesse caso te responderia com uma pergunta: E por que não?
Pare com essa neurose, observe a sua volta, sinta que você não está sozinho, dê a mão ao seu semelhante, acredite que ainda existe gente boa neste mundo, procure olhar as qualidades das pessoas e não só os defeitos.
Pare de pré julgar as pessoas, rotulando com apelidos, defeitos, etc. Sinta todos os movimentos do universo. Lembra-se quando era criança, que deitava no chão e ficava olhando as nuvens, procurando achar as formas de bichos, e outras coisas mais? Inclusive sentia a rotação da terra, lembra-se? Acho que não mais. Por que você não tenta fazer isso hoje? Será que você ficaria ridículo, ou seria “coisa de criança”?
Realmente, procure sentir o quanto estás “engessado” dentro de você mesmo, solte-se das amarras da sociedade e aceite que você pode ser feliz a qualquer momento, é só querer.
Reserve um tempo para você, sinta o quanto és importante para sua família, para seus filhos e amigos, e busque a plenitude da felicidade que existe dentro de você.

“A vida não é fácil de ser vivida, mas pode ser simples desfrutá-la”. Mario Bastos
 

Compartilhar no Facebook
Compartilhar no Twitter
Compartilhar no Linkedin
Please reload

Destaques
Posts Em Destaque

TELA AZUL

15/11/2019

1/6
Please reload

Artigos Recentes

15/11/2019

19/10/2019

Please reload

Siga
  • Facebook Basic Square
  • Google+ Basic Square
  • Twitter Basic Square