© Mario Bastos - Desenvolvido por Infoqplan Assessoria Digital

Avenida Rudolf Dafferner, 400 - Praça Maior - Boa Vista - Sorocaba/SP

Pode deixar, eu sei fazer

18/03/2015

Em todos os segmentos da sociedade, nós encontramos aquelas pessoas que adoram jogar um “balde de água fria” em tudo, acredito que todos nós um dia passamos por uma situação semelhante que vamos expor: imagine você que durante um bom tempo estudou, “quebrou a cabeça” para achar uma solução para o problema “X”, que existe no seu trabalho, noites e noites, horas e horas, enfim quando você chega a uma conclusão, monta toda uma “tese”, toma a devida coragem para apresentar para o seu chefe,assim, um dia antes da reunião, você acorda nervoso, se veste rápido, checa toda a documentação e em função disso, sai atrasado, chega ao escritório todo suado, vai ao banheiro lava seu rosto, se apronta e eis que chega a hora de sentar na mesa do seu chefe, que hoje parece enorme, você se sente pequenino diante dele, mas encara o grande desafio, seu chefe aquele dia até que estava de bom humor, olha por cima dos óculos, ensaia um sorriso, e pergunta o que você quer, neste momento você engole seco e fala que gostaria de apresentar a sua proposta sobre aquele problema que a empresa vem passando. Diante disso ele fala para você se sentar, começa a ler o que você escreveu, ou faz que está lendo, faz caras e bocas, para depois de um tempo olhar para você com um sorriso sarcástico e solta aquela frase: “ Meu caro acho que você perdeu seu tempo, pois isso nós já discutimos e chegamos a conclusão que não vai dar certo”, realmente isso acaba com qualquer dia, joga a sua estima no lixo, você fica deprimido, e até pensa em largar tudo.
Mas vamos fazer um paralelo com a nossa vida cotidiana, por acaso vocês ouviram falar em Thomas Edison, aquele homem que inventou a lâmpada, muito bem ele conseguiu inventar a lâmpada depois de 10.000 tentativas, imagine você que os amigos de Edison, estavam achando dele, acredito que falariam: “Edison pare com isso, hoje nós temos a vela, e o querosene, para que esta tal de lâmpada, você é um louco”, será que às vezes nós não ouvimos isso. Hoje, muito tempo depois que ele conseguiu atingir seu objetivo, que foi um sucesso, claro todos aqueles que o desestimularam, depois que ele virou uma “celebridade” não paravam de declaram que eram amigos íntimos dele, e que sempre o incentivaram, mas houve uma pergunta para o celebre inventor: “Edison o senhor descobriu como fazer uma lâmpada 10.000 vezes?” Ele respondeu, “Não meu amigo, eu descobri 9.999 vezes de como não fazer a lâmpada”. Muito bem, eu estou contando esses casos para exemplificar que na sua vida é muito difícil, conviver com essas pessoas que sabem tudo, que adoram jogá-lo para baixo, enfim, querem que você fique na sua mesmice de sempre. Então imagine você , quando queres realizar algo para o seu próximo, para uma idéia em comum, para uma entidade, realmente fica mais difícil ainda, mas você nunca deve pensar que não vai conseguir, lute pelos seus ideais, pela sua comunidade, pelas pessoas, pois somente assim, quando atingir seu objetivo, olharás para trás e verás o caminho que percorreu para atingir seus objetivos, e se sentirás feliz, por ver estampado no seu semelhante o sorriso, e aquela frase que abranda e deixa feliz qualquer coração: “Muito obrigado”.
“Ficar parado é mais difícil do que se mexer, muito bem, o que está esperando mexa-se”

 

(Mario Bastos)

Compartilhar no Facebook
Compartilhar no Twitter
Compartilhar no Linkedin
Please reload

Destaques
Posts Em Destaque

TELA AZUL

15/11/2019

1/6
Please reload

Artigos Recentes

15/11/2019

19/10/2019

Please reload

Siga
  • Facebook Basic Square
  • Google+ Basic Square
  • Twitter Basic Square