© Mario Bastos - Desenvolvido por Infoqplan Assessoria Digital

Avenida Rudolf Dafferner, 400 - Praça Maior - Boa Vista - Sorocaba/SP

Ouça seu coração

18/03/2015

Em algum dia de sua vida você ouviu seu pai ou sua mãe dizer: “Quando meu filho (a) crescer eu quero que ele seja um (a) médico (a)” ou outra profissão qualquer. Normalmente ouvimos essa frase, quando somos jovens, pois é nessa fase da vida que estamos por saber qual caminho profissional devemos ou queremos seguir.
Mas não é só no campo profissional, que nossos pais, ou parentes ficam escolhendo que caminho você deve seguir, os palpites são em todos os campos de nossas vidas. Chegamos à conclusão que sempre existem pessoas querendo participar e até mesmo “dirigir” nossas vidas, pessoas essas que sempre se justificam que é para o nosso bem.
Agora te pergunto: E você, o que queres fazer de sua vida profissional, qual profissão seguirás? Caso com fulano ou beltrano, nossas vidas são cheias de caminhos, oportunidades, decisões, mas ao mesmo tempo ficamos repletos de dúvidas, mas neste momento esquecemos de ouvir uma voz e sabe qual é? A voz de nosso coração, sim aquela que quase nunca ouvimos e por este motivo é que nos damos mal.
Comece a treinar a ouvir esta voz quando estiver para tomar uma decisão, procure um lugar tranqüilo, confortável e comece a respirar pausadamente, comece a refletir sobre a situação que você está vivendo, e procure dentro de você a resposta, ouça o que o seu coração tem a dizer, sabe aquela história de “voz interior”, “intuição”, “voz do coração”? Enfim, chame como quiser, mas ao final desta reflexão, por mais estranha seja a solução, procure fazê-la e verifique o resultado, veja como você se sente e aí de solução em solução, de treino em treino, torna-se uma rotina, você incorpora na sua e se torna uma atitude natural.
Após este hábito, procure olhar para trás e veja como era, e como está sua vida hoje, e comece a planificar o seu futuro, pois o mesmo é desenhado hoje no seu presente, presente este que está aí para ser vivido, e da melhor maneira possível.
Penso que o mais importante que conhecer o seu semelhante, é se conhecer o melhor possível e viver cada momento de sua vida intensamente, fazendo assim da sua vida a maior escola e com o maior número de experiências, as quais nem sempre são positivas, mas importantes para as nossas vidas e para as gerações vindouras.
“Viva intensamente todos os momentos de sua vida, pois eles são mágicos e únicos”.
Mario Bastos

Compartilhar no Facebook
Compartilhar no Twitter
Compartilhar no Linkedin
Please reload

Destaques
Posts Em Destaque

TELA AZUL

15/11/2019

1/6
Please reload

Artigos Recentes

15/11/2019

19/10/2019

Please reload

Siga
  • Facebook Basic Square
  • Google+ Basic Square
  • Twitter Basic Square