© Mario Bastos - Desenvolvido por Infoqplan Assessoria Digital

Avenida Rudolf Dafferner, 400 - Praça Maior - Boa Vista - Sorocaba/SP

O ano que passou

18/03/2015

Terminou o ano de 2004, e se inicia o ano de 2005, mais um ano de vida para cada um de nós, vitórias, insucessos, experiências vividas.
Um período importante para todos, pois podemos refletir sobre cada momento vivido, avaliar cada atitude tomada, cada postura, mas sempre com a intenção de aprimoramento.
Procure neste ano que se inicia, repetir todos as atitudes, decisões que deram certo, pois assim você vai solidificar dentro do seu “Eu”, mais um componente na sua personalidade e isso é um grau de evolução, na caminhada de sua existência.
Aquilo que não deu certo por qualquer motivo, precisa que você reflita mais ainda, o porquê o objetivo estabelecido não foi alcançado, aonde ocorreu a falha, se foi de um fator interno ou externo, para que você possa redimensionar, para quando você se deparar novamente com a situação, você possa obter total êxito.
Aproveite este momento para perdoar aquelas pessoas que lhe magoaram, lhe fizeram verter lágrimas dos seus olhos, mas também analise o porquê que elas tomaram tal atitude, pois de repente pode ter sido você que tenha provocado diretamente esta situação triste.
Um ano novo que está nascendo na sua vida, crie, sonhe, ponha em prática tudo o que você acredita verdadeiramente importante, não tenha receio de criar, construir, cantar, dançar, falar tudo aquilo que de alguma maneira, está “entalado” na sua garganta, pois assim você vai liberar seu coração para que ele viva intensamente sua vida.
Faça uma lista de tudo que você planeja fazer em 2005, e coloque no espelho do seu banheiro, pois assim quando acordar e for dormir, lá estará na sua frente suas metas e quando as alcançar risque-as da lista e comemore, como o Ronaldinho, quando marcou o gol da final da copa do mundo ou como o saudoso Ayrton Senna quando cruzava a linha de chegada, com aquela música que emocionava a todos, mas vibre e vibre muito, pois serás um vencedor de sua própria vida.
Mas acima de tudo isso, ame muito a todos os seus amigos que te cercam, aos seus parentes, seus filhos, seus desafetos, e principalmente a você, pois nunca se esqueça: você é o escritor de sua história no campo da tua existência, por que ninguém vai escrevê-la por você.
“Lembre-se, o que você tem para viver nesta vida, ninguém vai viver por você”.
Mario Bastos

Compartilhar no Facebook
Compartilhar no Twitter
Compartilhar no Linkedin
Please reload

Destaques
Posts Em Destaque

CUIDADO PARA QUANDO A FICHA CAIR..

09/11/2019

1/6
Please reload

Artigos Recentes

19/10/2019

Please reload

Siga
  • Facebook Basic Square
  • Google+ Basic Square
  • Twitter Basic Square