© Mario Bastos - Desenvolvido por Infoqplan Assessoria Digital

Avenida Rudolf Dafferner, 400 - Praça Maior - Boa Vista - Sorocaba/SP

Adotar quem? A você mesmo.

18/03/2015

Diariamente temos notícia através da mídia, sobre a adoção de crianças, campanhas publicitárias, etc.
Claro que a adoção é indiscutivelmente um ato nobre por parte das pessoas que possuem condições para tal, mas a adoção que eu quero abordar com vocês é outra, é a adoção de si próprio.
Podem achar estranha essa abordagem, mas ela é verdadeira, pois nos dias de hoje a auto-estima das pessoas está em baixa, pessoas desacreditando do próprio potencial, homens se autodestruindo e tudo mais.
Várias serão as razões que vocês podem me dar para essa situação, tais como pobreza, crise, desemprego, dentre outras. Mas vocês hão de convir comigo que se todos nós seguirmos essa linha de pensamento, é melhor mudarmos de planeta, você não concorda?
Voltando ao tema em foco, lhes pergunto você já se olhou no espelho hoje? Não estou falando daquela rápida olhada quando acorda escova os dentes e sai correndo para trabalhar.
Estou falando de ficar durante minutos observando seu rosto, seus olhos, sua boca, suas lembranças, sua vida. Será que não seria importante você acariciar seu rosto quando estiver à frente do espelho? Será que não seria bom você conversar com a sua imagem refletida a sua frente? Loucura, aonde já se viu fazer estas coisas,vocês diriam.
Não meus amigos, não é loucura, é simplesmente demonstração de carinho que você deve ter por si mesmo, acaricie-se, abrace-se, tome atitudes carinhosas consigo, respeite seu corpo, e sua alma, pois assim você está demonstrando o quanto gosta de você.
E assim quando pôr seu pé para fora de casa para ir ao trabalho ou mesmo para procurar um emprego, você passará para os outros que você está bem consigo e com isso as pessoas vão se sentir mais seguras ao teu lado.
E essa energia de segurança que será formada a tua volta, facilitará tua jornada diária de trabalho, e ao final do dia teu corpo responderá positivamente a todo esse exercício que você fez durante o dia, e vou mais além, após alguns dias, esta atitude se tornará inconsciente, e sua mente e seu corpo farão com que aquela atitude que antes era “forçada” se torne um hábito, e isso só lhes trará benefícios.

“Ama-se muito, para que o coração do teu semelhante
possa lhe sentir, e assim te amar intensamente”.

Compartilhar no Facebook
Compartilhar no Twitter
Compartilhar no Linkedin
Please reload

Destaques
Posts Em Destaque

A experiência do convívio.

26/01/2020

1/6
Please reload

Artigos Recentes

19/01/2020

11/01/2020

30/12/2019

22/12/2019

08/12/2019

Please reload

Siga
  • Facebook Basic Square
  • Google+ Basic Square
  • Twitter Basic Square