© Mario Bastos - Desenvolvido por Infoqplan Assessoria Digital

Avenida Rudolf Dafferner, 400 - Praça Maior - Boa Vista - Sorocaba/SP

A bondade na sua plenitude

18/03/2015

Nos tempos atuais, com essa correria do dia a dia, stress coletivo, falta de tempo, compromissos, família, contas a pagar, enfim toda uma estrutura que o leva a chegar ao final de um dia: acabado, estafado - física e mentalmente.
Você necessita de um tempo para poder respirar, pensar, sonhar e principalmente agir em prol de você e do seu próximo, mas como fazer isso diante de todo esse “imenso dinossauro”, que toma conta do nosso tempo e da nossa vida, que com suas patas pesadas nos comprime aO ponto de quase nos sucumbir?
Sabe como você pode começar a tirar esse “dinossauro” de suas costas?
Praticando a bondade, a solidariedade, divulgando e emanando o amor.
Essa bondade começa com você mesmo, através do seu autoconhecimento, sabendo plenamente suas potencialidades e deficiências, pois assim você terá um “diagnóstico” de como anda sua vida.
Tendo esses tipos de atitudes para com você e para com seu próximo facilita automaticamente o seu viver e não o “sobreviver” neste cotidiano tão complexo.
Olhar para o lado e sorrir para alguém, desejar “bom dia”, agradecer a tudo e a todos, são práticas que hoje em dia se tornaram ultrapassadas, mas acredito que são de suma importância, para o nosso bem estar pessoal.
A prática da bondade, atualmente na maioria das vezes, se faz quando acontece uma catástrofe coletiva, como por exemplo: uma enchente, a queda de um avião, etc., todos se unem para resolver da melhor maneira possível esta situação.
Mas estou comentando sobre o nosso próximo, aquele que diariamente “tropeçamos” nele e nem damos a devida atenção, o olhar daquela criança no semáforo, aquele senhor que está definhando num asilo ou aquele doente entrevado numa cama de hospital.
O poder da bondade transforma as pessoas, resgata a auto-estima, fortalece nossa alma e nos enche de amor, que deve ser à base da nossa vida e assim irradiamos a nossa volta, uma energia gostosa.
Partindo desses princípios, resgate dentro de você aquela bondade que existe dentro do seu próprio ser e exerça esse poder, porque ele é nato do ser humano, coloque-o em prática e sentirás o quanto é gostoso saborear e sentir a plenitude do amor através da bondade para com você e para o próximo.

Compartilhar no Facebook
Compartilhar no Twitter
Compartilhar no Linkedin
Please reload

Destaques
Posts Em Destaque

TELA AZUL

15/11/2019

1/6
Please reload

Artigos Recentes

15/11/2019

19/10/2019

Please reload

Siga
  • Facebook Basic Square
  • Google+ Basic Square
  • Twitter Basic Square