© Mario Bastos - Desenvolvido por Infoqplan Assessoria Digital

Avenida Rudolf Dafferner, 400 - Praça Maior - Boa Vista - Sorocaba/SP

A época é de nos doarmos

18/03/2015

Doar: transmitir gratuitamente a outrem (bens, etc.): fazer doação de, dar; conceder. São interpretações que os dicionários brasileiros classificam esta palavra tão densa, além de uma palavra, vamos mais além, trata-se de um ato importante, principalmente para nós brasileiros, que diariamente acompanhamos exemplos de doação, principalmente entre as comunidades de baixa renda, que passam por grandes dificuldades diariamente, e este fator faz com que essa população se ajude mutuamente para sua sobrevivência.
Vamos tratar a doação sob o aspecto individual, então eu me pergunto: “Será que eu tenho algo ou alguma coisa para doar para o meu próximo?”.
Será que quando se fala em doação, vislumbramos apenas as doações em dinheiro? Concordo que esta atitude seria muito boa, mas depois iremos comentar isso, no momento vamos abordar as doações que não envolvem valores financeiros. Você já experimentou dedicar umas horas da sua semana para visitar um orfanato? Ou um asilo? Um vizinho que está doente?
Enfim, existem várias oportunidades para nós podermos nos doarmos um pouquinho de nós e do nosso tempo: com alguns gestos, palavras, um olhar amigo à alguém que precisa, um afago, um abraço e você não imagina o quanto faz bem e é importante a quem recebe um gesto desses, pois não custa nada, mas nós, no decorrer dos nossos anos, nós esquecemos o quanto isso é importante para aumentar a auto - estima e valorizar ainda mais os seres humanos.
Experimente amanhã cedo cumprimentar seu vizinho, será que você o conhece? Se sua resposta for negativa, apresente-se o quanto antes. Outra atitude: sorria, mesmo que não tiver vontade, pois é um exercício que movimenta vários músculos da face, e quando menos você esperar, estará sorrindo à toa, e não é gostoso isso? Então, prepare-se, pois amanhã será um novo dia para você, será o dia que sua vida tomará um novo rumo, o rumo da doação pessoal, o dia que você vai começar a ser mais feliz, pois você se sentirá mais importante, mais vivo e mais que isso, respirará o verdadeiro ar da doação.
Agora vamos falar das doações em dinheiro, mas vamos comentar com um especial valor, aqueles doadores que não mostram seu rosto, não dizem seu nome, definitivamente nunca se identificam, mas normalmente e periodicamente doam quantias das mais variadas, ajudam pessoas ou entidades, às vezes nem sabem onde ficam, mas religiosamente contribuem. Um personagem de renome internacional que conhecemos e com muito carinho tratamos, que doava sem mostrar seu rosto, nem fazia propaganda, era o saudoso Ayrton Senna da Silva, que todos nós admiramos até os dias de hoje.
O importante de todos esses fatos é que devemos sempre nos doar em prol do próximo de alguma maneira, pois existe um ditado que diz: “Ninguém é tão pobre que não possa doar algo, e nem tão rico que não tenha condição de receber”, diante disso repense em sua vida e analise o quanto és importante para as pessoas e para o universo como um ser pleno e pronto a repartires seus talentos com os que o necessitam.
“Para se dar bem com as outras pessoas, peça a elas apenas o que tem para dar”.
Tristan Bernard

Compartilhar no Facebook
Compartilhar no Twitter
Compartilhar no Linkedin
Please reload

Destaques
Posts Em Destaque

TELA AZUL

15/11/2019

1/6
Please reload

Artigos Recentes

15/11/2019

19/10/2019

Please reload

Siga
  • Facebook Basic Square
  • Google+ Basic Square
  • Twitter Basic Square