• Mario Bastos

Surpresas da vida



Uma tarde dessas, no trabalho, fui encher minha garrafinha de água, quando vi dois colegas de trabalho conversando, brinquei com eles, rimos juntos, quando um deles falou: “O Mario tem muito conhecimento” e eu retruquei: “Está me chamando de velho” e gargalhamos.

Daí continuei o que estava fazendo, quando do nada o outro falou: “O Mario deve ser um pai da hora”, nesse momento levei um susto, foi uma grata surpresa ter ouvido aquilo, me emocionei, agradeci e me voltei novamente ao que estava fazendo.

Mais tarde, na saída, fui falar com ele, o porquê, teria mencionado aquilo, e ele disse que era pai de uma criança de 10 meses, e que é agora como pai observava os demais que tem filhos e que vê minhas atitudes para com meus filhos, além dos meus comentários, por isso me admira.

Imaginem o quanto fiquei feliz, pois, realmente amo e dou o meu melhor como pai e ser reconhecido dessa forma é gratificante, principalmente por ser mencionado como referência de pai.


“Mais que ser pai, é amar intensamente e incondicionalmente os filhos. ”
Mario Bastos



0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo